youtube twitter facebook
certidão de
regularidade
traço vertical box
guia de
pagamento /
parcelamento
traço vertical box
ouvidoria
traço vertical box
Carta de Serviços ao Usuário
traço vertical box
Anuidade 2020
traço vertical box
Portais
traço vertical box
Portal da Transparência
traço vertical box
logo CRCPR

Caixa libera acesso ao antigo Conectividade Social, sem exigência do certificado digital

Curitiba, 1 de agosto de 2012.
imagem
Participaram da reunião representantes do CRCPR, SESCAP-PR, Fecopar e da Caixa Econômica Federal (CEF).
A Caixa Econômica Federal (CEF) liberou por tempo determinado, em todo o país, o uso da antiga versão do canal eletrônico Conectividade Social, usado para o recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e envio de dados relativos ao FGTS e ao INSS por empresas e escritórios contábeis que prestam informações em nome de seus clientes. A medida foi tomada pelo banco devido ao congestionamento do atual sistema – o Conectividade Social ICP – nos últimos dias.

Uma carta conjunta assinada pela presidente do CRCPR, Lucélia Lecheta, o presidente o Sescap/PR, Mauro Cesar Kalinke, e o tesoureiro geral da Fecopar, Ademir Galvão, foi entregue a representantes da CEF em reunião na agência central da Caixa em Curitiba na manhã desta quarta-feira, 1º de agosto. O documento expõe os problemas identificados pelos contabilistas quando das tentativas de usar o Conectividade Social ICP, enfatiza os prejuízos causados à classe contábil pelo congestionamento do sistema e pede “empenho dos gestores do banco para garantir agilidade, eficiência e segurança” ao Conectividade. Para acessar a íntegra da carta, clique aqui.
imagem

imagem
O coordenador de sustentação ao negócio regional do FGTS da Caixa em Curitiba, Gilmar José Forchezatto, enfatizou que, resolvidos os problemas, a exigência da certificação digital ICP-Brasil, adotada na versão atual do Conectividade, será mantida. A liberação do sistema antigo, que era instalado no computador e usava uma certificação emitida em disquete, só foi autorizada neste momento porque o Conectividade Social ICP ainda passa por adaptações.

O diretor superintendente do CRCPR, Gerson Macedo, Daniel Aparecido de Andrade e Orlando Coraiola Filho, ambos da Caixa, também partiparam da reunião.

Como funciona - De acordo com informações da CEF, a nova versão do Conectividade Social possibilita o envio de arquivos SEFIP e GRRF, o recebimento de relatórios na caixa postal da empresa, e permite fazer as transações antes realizadas pelo aplicativo Conexão Segura, como a comunicação de afastamento do empregado.

No caso dos escritórios de contabilidade, é preciso que o cliente gere, no próprio Conectividade, uma "Procuração Eletrônica". Para mais informações, clique aqui.




Comente este artigo
:: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores
:: Essa área é para você publicar sua opinião a respeito dos assuntos acima apresentados; dúvidas devem ser sanadas diretamente com o CRCPR pelos telefones apresentados no menu "Fale conosco" que aparece no cabeçalho da página

back


Pesquisa personalizada do CRCPR

<esc> - fechar x <esc> - fechar